-Existência-

Permaneces no tempo,
Espreguiças-te continuamente, alongando a fluidez do pensamento a um vasto sentimento emocional eternamente quântico de essência, na permeabilidade perene da matriz.
In “Relatio Ex-sistêntia
01.06.2002

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.