Karma do Agora

Aonde quer que haja perfeição, há imperfeição; aonde quer que haja ordem, há desordem. (…) Essa é a realidade verdadeira do Universo em que vivemos. Para cada caminho no qual a Astrologia actua, ela não actua. E isso é o que a torna tão intrigante. (…) Como, então, uma pessoa pode desenvolver o seu sistema de crenças em qualquer coisa, se a própria crença é e não é dois lados da mesma realidade? Aquilo que uma pessoa acredita ser verdade, baseado nos seus sentimentos, torna-se a verdade para ela. (…) Assim, o sistema de crenças baseado em como ela usa a sua Lua, deve ser fluído e mudar com o sempre-presente “Agora“, em vez de ser fixo ou ligado a memórias passadas.

Deixa a tua opinião. Bem-Hajas!