janelas_dalma

Lua Cheia de Peixes 2017

Meditemos, pois!

E, estamos de volta!

Após alguns meses de intensa actividade empreendedora, com muito esforço pessoal e cooperação activa, retornamos, cheios de força e alegria, à casa do pai, onde encontramos redenção com o artigo da Lua Cheia de Peixes.

Transformar o caos em cosmos (ordem) através da libertação da servidão e exploração, dos medos e inseguranças, da natureza humana colectiva em personalidade individual e criativa. Eis que, prontos a abraçarmos outras realidades, a Vida se manifesta com a demonstração de poderes que transcendem a nossa consciência. Um claro convite à limpeza energética de todos os nossos corpos, do mais denso ao mais subtil.

janelas_dalmaEntre momentos de protecção e momentos de experimentação, esta Lua Cheia brinda-nos com um sentimento de realização nutrido através da força moral e da fé em nós mesmos, com especial foco nas prioridades interiores e nos relacionamentos mais íntimos. De resto, é através dessas conexões interiores que estabelecemos com as dimensões mais subtis da Vida, que seremos capazes de responsavelmente comunicarmos e expressarmos o verdadeiro sentir da Alma, sem que para tal seja necessário despender muito esforço.

Esta é já uma outra realidade, plena de visões cósmicas e de profunda compreensão da natureza humana e do Universo em Si! Uma realidade onde destemidamente nos é permitido transcender as nossas limitações terrenas, caso estejamos prontos para enfrentar as energias agitadas da nossa própria natureza.  É aqui, bem no fundo do nosso próprio interior, no centro mais íntimo da nossa existência, que ocorre a verdadeira transformação do Eu. É na solidão e no silêncio, que nos tornamos receptivos a impressões mais elevadas. Meditemos, pois!

Na preparação do que está para vir, o espiritual é uma exigência e um ideal de futuro, contrário ao da sociedade presente, que nos tenta reter na nossa evolução, através da exploração dos nossos desejos e necessidades materiais. E, mais recentemente, através do abuso sobre a sensibilidade extrema de intuirmos a natureza das outras pessoas, que alguns de nós, em especial as gerações mais recentes, possuímos.

Com o propósito de nos fortificarmos e lutarmos contra essas opressões, necessitamos de nos unir às fontes espirituais que emanam do cosmos. A Vida sincroniza uma dança de eventos e encontros que nos proporcionam essa ligação e esse caminho, tendo nós apenas que confiar e deixarmo-nos guiar.

Saudações d`Alma no Doce Amor Divino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.